Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

domingo, 16 de julho de 2017

"... ACABOU as panelas?”, palavrório de um ex-presidente

 
 Livro VIAGENS COM O PRESIDENTE
 
 
*******
 
 
Com ataques à elite e críticas à sentença de Sergio Moro,  o ex-presidente L--- I----- L--- da S---- deu o tom do que já se desenha como campanha para as eleições presidenciais de 2018. O petista falou à militância neste sábado, durante a posse da nova direção do Partido dos Trambiqueiros, ou melhor aquele partido que se disse ser dos Trabalhadores (PT) de Diadema, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. “Quero saber como estão os coxinhas depois de o Michel Temer governar esse país como está governando. Cadê as panelas, ‘acabou’ as panelas?”, questionou. “Cadê o pessoal que pinta a cara para defender eles?”.
 
 
1 -  Pensei que ele pertencesse à tão mal falada elite!
 
2 -  Michel Temer foi escolhido pelo próprio  PT!
 
3 - "Acabou" as panelas ou ACABARAM AS PANELAS ?
 
 
O petista voltou a dizer que o juiz usou de visão política em sua condenação e afirmou nunca ter acreditado que seria absolvido. “Eles não estão julgando o L---, estão julgando o nosso governo e as coisas boas que fizemos nesse país”, disse L---.  As coisas boas?  Só se foram as coisas boas para outros países!  Ou será que ele estaria se referindo ao caos que ele e seu partido nos deixou como legado?
 
 
Em discurso inflamado, o petista insistiu que a única prova que existe no processo de Moro, que o condenou a 9 anos e 6 meses de prisão, é a de sua inocência. “Se o Ministério Público provar algum contrato, alguma assinatura, um pagamento, algum cheiro meu naquele apartamento, eu peço desculpas a vocês e fico quieto”, comentou. “Enquanto isso, vou andar por esse país para vocês me julgarem”.
 
 
Ele disse que vai ''andar por esse país para vocês me julgarem''? Acho melhor nem tentar a fazer isso. A não ser que pense que os eleitores brasileiros sejam como ele e nunca saibam de nada!